Dia mundial do meio ambiente e ecologia

Dia mundial do meio ambiente e ecologia

Segundo maior continente do globo, a África cobre aproximadamente um quinto da superfície total da Terra. O continente é limitado ao norte pelo mar Mediterrâneo, a leste pelo mar Vermelho e oceano Índico, ao sul pela afluência dos oceanos Atlântico e Índico (depois do cabo da Boa Esperança), e a oeste pelo oceano Atlântico.

No nordeste, a África junta-se à Ásia pela península do Sinai, no canal de Suez.É cercada por várias ilhas e arquipélagos, como Madagascar, Reunião, Maurício, Seicheles, no oceano Índico; e Madeira, Canárias e Cabo Verde, no oceano Atlântico.

O continente é cortado quase ao meio pelo equador, mas 2/3 de seu território ficam no hemisfério norte.O clima é muito afetado tanto por sua posição em relação ao equador, quanto pelas diferenças de relevo.

As temperaturas são em geral elevadas durante a maior parte do ano, mas modificam-se nas elevações das montanhas, bem como pela influência das correntes marítimas no litoral.

O clima quente predomina na maior parte da África, tanto na zona tropical — úmida no verão e seca no inverno — quanto na zona equatorial, com temperaturas elevadas e chuvas abundantes.

Nos grandes desertos, como o Saara e o Calahari, as temperaturas são muito altas de dia e baixas à noite. No norte e no sul predomina o clima seco de tipo mediterrâneo.

Relevo Na região do Magreb, destacam-se a cadeia dos Atlas, cujo pico é o monte Tubkhal (4.165m); segue-se, ao norte, o grande planalto desértico do Saara, com as depressões de Qattara (Egito) e Bodelê (Chade), a bacia do Níger e as cadeias vulcânicas de Ahaggar (Argélia) e de Tibesti (Chade).

Abaixo do planalto do Sudão, apresentam-se a bacia do Congo, o monte Cristal e o planalto dos grandes lagos, com o ponto culminante do continente: o monte Kilimanjaro (5.895m). Abaixo do equador há ainda um grande deserto: o Calahari.

Hidrografia A maior bacia fluvial é a do rio Congo.

O rio Nilo, com 6.690km, é um dos rios mais longos do mundo. O Zambeze e o Limpopo correm para o Índico. O Orange, o Níger, o Gâmbia e o Senegal desembocam no Atlântico. Os principais lagos africanos são: o Vitória, segundo do mundo em superfície, com 69.485km², o Tanganica, o Rodolfo, o Alberto, o Eduardo e o Niassa.Vegetação e faunaAo norte e ao sul da selva equatorial, estendem-se as savanas, com sua vegetação herbácea e árvores de grande porte, como o baobá.

Nos desertos, a cobertura vegetal é escassa, exceto nos oásis, onde crescem palmeiras. Nas zonas temperadas há bosques baixos de pinheiros e carvalhos e vegetação de arbustos (maquis). A fauna é uma das mais ricas do mundo. Na floresta equatorial há muitas aves, símios (chimpanzés e gorilas), répteis e anfíbios.

Na savana, rinocerontes, girafas, elefantes, hipopótamos, leões, leopardos e hienas. No deserto, chacais, insetos e répteis. Na zona mediterrânea, lebres, cabras, raposas e aves de rapina. População O povo africano divide-se em vários grupos étnicos.

Ao norte do Saara, do Marrocos ao Egito, vivem povos mediterrâneos — caucasóides e semitas (árabes) – e também estão presentes elementos negróides.

Ao sul do Saara, na chamada África negra, os pigmeus da selva equatorial, os bosquímanos e hotentotes dos desertos e planaltos meridionais, os sudaneses das savanas e os grupos bantos da África central e austral. Os nilóticos ocupam a bacia do alto Nilo Branco e planaltos vizinhos.

Grupos mongolóides (malgaxes) habitam Madagascar. Línguas Falam-se cerca de mil línguas diferentes. O árabe domina na região setentrional, onde também idiomas camitas são falados por berberes e tuaregues.

Na África subsaariana, predomina o banto, com grande diversidade de dialetos, dos quais o mais importante é o suaíle. Falam-se ainda o africâner (na África do Sul), o inglês, o francês e o português.

Visite o Rio de Janeiro: http://hoteisrio.com/

This entry was posted in diversos. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *